Mural de Recados - Ninho dos Colibris
-Antes de mais nada, gostaria de parabenizar o senhor Isaias pela contribuição e dedicação que tem tido em preservar os pássaros da nossa fauna.
-Ao assistir o vídeo do ninho dos colibris, deu para perceber que o trabalho que lá é efetuado é muito sério, e é isso que todos os criadores devem fazer sejam eles comerciais ou amadores, nossas matas estão acabando e com ela toda a vida selvagem, cabe somente a nós preserva e tentar salvar o que nós resta.
-Tive a oportunidade de conversar com o Isaias, que se mostrou uma pessoa de fácil acesso e de uma paciência fora do comum, pois respondeu a todas as perguntas que fiz. O IBAMA vem a anos tentando combater o tráfico de animais em nosso pais, que na minha opinião não tem surtido muito efeito, pois todos nós sabemos que o contrabando existe em todas as feiras das cidades sejam elas grandes ou pequenas, mas nada é mudado.
-Se não fossem os criadores comerciais e os amadores muitos pássaros já teriam desaparecidos, temos como exemplo o Carduelis Cucullata que é nosso vizinho da Venezuela, hoje existem mais pássaros em cativeiro do que nas matas da Venezuela, principalmente na Europa, não vamos deixar que isso aconteça aqui no Brasil. Para preservar nossa fauna o governo tem que dar mais apoio aos criadores e não proibir a criação legalizada.
-O governo tem que apoiar mais os criadores, hoje o IBAMA está dividido em Áreas temáticas, e se qualquer pessoa entra no site do IBAMA e clicar na área destinada a fauna silvestre, não vai encontrar nenhuma matéria sobre criadores comerciais e de como encontrá-los, acho que só colocar um questionário pronto de perguntas e resposta não adiante de nada. Em minha opinião deveria existir um setor (secretaria) dentro do IBAMA para tratar exclusivamente dos pássaros silvestres e exóticos.

Abraços a todos que fazem o ninho dos colibris e continuem realizando esse belíssimo trabalho.
 
Data do Recado: 18 agosto 2012
Recado por: Hiran Azevedo
Santa Cruz-RN
- BRASÍLIA 15/9/2009 - O Deputado Federal Valdir Colatto (PMDB/SC) mostrou-se favorável a legalização de criadores de pássaros e animais silvestres, durante a reunião do Movimento dos criadores de passeriformes com o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA), Roberto Messias Franco.
-Colatto acredita que a ação poderá combater, de forma efetiva, a clandestinidade e o tráfico de animais silvestres no Brasil, além de ser uma atividade com uma produção econômica como qualquer outra. “A criação de animais nativos para a comercialização legal combateria ainda mais o tráfico e melhoraria a atuação dos órgãos de fiscalização, evitando o crime organizado e os grandes prejuízos à biodiversidade brasileira”, conta.
-Durante o encontro no Ibama, Colatto ressaltou ainda a necessidade de criar incentivos através de linhas de crédito para criadores legais, a liberação da documentação sem a burocracia de ambientalistas no Ibama e no Ministério do Meio Ambiente. “A idéia é que o Brasil busque em outros países que tem criação legal de animais silvestres, como questões de bem estar animal, a harmonia na adaptação ao meio de criação, alimentação, conforto e combate à doenças. Assim como garantir maior atividade, longevidade e facilidade de reprodução dos animais”, ressaltou Colatto.
-No Brasil, existem mais de 300 mil criadores de animais silvestres e 600 mil criadores comerciais, em Santa Catarina, mais de 20 mil criadores trabalham com pássaros. Por isso, Colatto defende que a atividade precisa ser regulamentada e valorizada pelo Ibama e Poder Público no Brasil.
Atualmente, a instrução normativa que trata da criação de pássaros, a IN nº 169/2008, do IBAMA, não reconhece a criação amadora de pássaros nativos no Brasil – cerca de 300 mil –, e suspende o registro de novos criatórios comerciais.
 
Data do Recado: 18 agosto 2012
Recado por: Ass.de Imprensa – Deputado Federal Valdir Colatto
Colatto apoia criação legal de pássaros Assessoria de Imprensa – Deputado Federal Valdir Colatto (PMDB/SC) Brasília (61) 3215.3610 e 8184-5519 – Suely Frota Chapecó (49) 3328.1516 e 9121.9200 – Veruska Tasca, Brasilia - DF
www.valdircolatto.com.br/
Prezados,
-Há mais de dois mil anos A.C temos notícias de animais domesticados pelos homens, sendo, principalmente as aves, motivo de grande admiração e encantamento.
- Não existe a menor perspectiva desse encantamento terminar nos dias de hoje e praticamente a população mundial cresceu tanto proporcionalmente e conjuntamente com o número admiradores que seria utopia imaginarmos que subitamente os homens deixariam de ter aves em criadouros, independentemente de considerarmos o grande estrago que a população mundial impingiu e vem impingindo à natureza , a cada segundo, através de desmatamentos , caça ilegal para comércio, aplicação de pesticidas em lavouras e etc...
- Temos vários exemplos através dos séculos de extinção de várias espécies, principalmente, porque o homem nunca se preocupou em preservá-las.
- No caso do Brasil especificamente, quando essa mentalidade de preservação começou a ser difundida, criou-se um exemplo que deve ser lembrado por todos que é o orizoborus maximiliani ou bicudo verdadeiro, que só não foi extinto, (pois existem raríssimos espécimes na natureza), graças a alguns abnegados que dedicaram sua vida à criação (praticamente comercial) dessa espécie em criadouro.
- Temos ainda o orizoborus angolensis ou curió, que hoje é visto frequentemente perto de minha residência em -Morro Azul – município de Engenheiro Paulo de Frontin – RJ após mais de 40 (quarenta) anos de ausência, pois simplesmente os “apaixonados” por esse pássaro passaram a adquiri-lo de forma legal de criadouros registrados e legalizados junto ao IBAMA, acabando de vez na região com a caça predatória, um dos principais fatores da extinção.
- Assim, não consigo admitir a hipótese (seria de uma insensatez monstruosa) de reduzir-se a quantidade de espécies com autorização legal de reprodução comercial pois, quanto mais raro o pássaro na natureza mais interesse há nele e mais importante se torna a criação comercial do mesmo, uma vez que a cobiça e a caça predatória pelos valores astronômicos que atingem no mercado negro certamente os levarão à extinção. A preservação e a comercialização legal seria a única alternativa a oferecer-se para que isto não venha a ocorrer, além de uma fiscalização rigorosa dos órgãos competentes.
- Sou diretor de uma ONG – IZMA – Instituto Zoobotânico de Morro Azul, que fundei em 1996 com mais dois aficcionados pelo assunto onde, dentre outras atividades de preservação, temos um criatório conservacionista cujo principal objetivo é a reprodução de espécies ameaçadas na natureza, em criadouros, para repovoamento das matas no Estado do Rio de Janeiro.
- Isaías, você tem todo o meu apoio e admiração pelo trabalho realizado e vamos fazer o impossível para que as autoridades tenham todas as condições de tomar uma atitude correta e que não venham a se arrepender ao longo do tempo.
- As novas gerações têm esse direito de ter uma alternativa legal.
 
Data do Recado: 18 agosto 2012
Recado por: Luciano de Caiado Castro Moraes
Diretor do Instituto Zoobotânico de Morro Azul – Administrador de Empresas – Criador amador de passeriformes silvestres da fauna brasileira.
-Vendo em seu site a possível proibição dos criadouros de pássaros acho isso um absurdo, pois se houver esta proibiçao aí irá aumentar o tráfico, isso é óbvio. Porque não teremos onde recorrer para possuir uma ave LEGAL. Abraço, e parabéns pelo se criadouro.
 
Data do Recado: 18 agosto 2012
Recado por: Carlos Eduardo
RJ
-Infelizmente ainda se pensa em nosso país que os criadouros legalizados são uma aberração contra a preservação ambiental, mas o fato é que sua contribuição é notória devido ao grande número de filhotes sadios que geram sobrevivendo na faixa de 90% dos filhotes, a diminuição da compra de pássaros mateiros e a conscientização das pessoas ao verem que adquirir um pássaro regularizado é a melhor saída pra diminuir o tráfico e fugir de situações constrangedoras, como esconder os pássaros com medo de denúncia, fiscalização e multa, perda do animalzinho de estimação, e ainda processo penal por crime ambiental.
-A compra de um pássaro ou animal pet devidamente regulamentado pelo IBAMA nos livra de todos esses problemas e nos traz a satisfação de poder passear com nossos amiguinhos sem ter medo de nada nem de ninguém. Por isso apoio todos os criadores comerciais idôneos, de carater e que se mantenham na lei para que acabemos com esse tráfico de animais e consequentemente a extinção de várias espécies.
 
Data do Recado: 18 agosto 2012
Recado por: Pablo Reis
Capina Grande- PB
-Ola ninho dos colibris essa gente que faz a diferença juntos com Dr. Isaias pessoa linda um homem integro um diplomata em receber a todos indistintamente, continuo aliada a essa luta, porque juntos sem preconceitos venceremos os obstaculos.
-Foi um sábado muito agradavel, parabéns equipe colibris vocês moram em nossos corações, e amamos esses seres maravilhosos.
-Há quero dizer que meu melro está dobrando começou tímido mais agora está mais lindo cantando para alegrar meu coração que as vezes descompassa, obrigada por tudo agradeço a Deus ter conhecido vocês, que maravilha saber que existem pessoas generosas e amantes e respeitadores da nossa fauna , obrigada meu Deus por vocês existirem um abraço sincero.
 
Data do Recado: 01 agosto 2012
Recado por: Angela Braga
Maricá- RJ
Dr. Isaias! Como diretor social do CPRJ (Criadores de Pássaros do Rio de Janeiro ) venho desta forma solidarizar e concordar com a matéria exposta em seu site quanto a questão de se reproduzir pássaros em criadouros, pois acredito que somente desta forma estaremos preservando as espécies de pássaros nativos de forma ordenada e geneticamente correta. Quanto a questão dos pássaros que são mortos por agrotóxicos eu lhe confesso que também fui testemunha ocular de tal atrocidade em uma plantação extensiva de arroz, só que a química foi colocada de forma proposital para exterminar garibaldes e melros que são pássaros naturalmente rizívoros. Onde estaria o órgão fiscalizador numa hora destas? Eu acredito que o trabalho deste órgão deveria ser mais à campo do que urbano uma vez que para equacionar o problema de pássaros ilegais,se resolve com informação, conscientização e educação e para os extrativistas e predadores; a repressão. Conte comigo sempre!
 
Data do Recado: 01 agosto 2012
Recado por: Elísio Paiva -cprj
Jacarepagua - RJ
http://cprj-jacarepagua.com/
Caro Dr Isaias
-Li atentamente o seu artigo a respeito da criação de aves em criadouros. Estou completamente convencido que a criação de passaros por criadores amadores e criadouros comerciais, devidamente autorizados e legalizados pelo Ibama, são a certeza da preservação das espécies.
-Que interesse teriam as pessoas em adquirir aves da natureza se tiverem oferta de passaros nascidos em criadouros a preços razoaveis, garantia de qualidade, e genética apurada?
-Por ventura alguém nos dias de hoje, pensaria em buscar na natureza calopsitas, agapornis, periquitos australianos, e tantos outros? Claro que não. E isso só foi possivel porque ao longo de muitos anos essas aves foram sistemáticamente criadas em criadouros.
-Espero que as nossas autoridades meditem a respeito.
-Parabéns pelo seu criadouro de passeriformes. É um orgulho para todos nós amantes de passaros.
 
Data do Recado: 01 agosto 2012
Recado por: Carlos Braga
Niteroi -RJ

<< Iniciar Anterior 1 Próximo Último >>

Pag 1 de 1


Enviar uma Opnião
* Campos Obrigatórios.
Seu nome:*
E-mail:*
Sobre Você:
Sua Localidade:
Seu Site:
Sua Foto:
Imagens não devem ser maiores que 500x500 px e 250 kb
Cód Captcha:
Insira o código aqui:*
Digite seu Recado abaixo:*

 

Powered by RS Web Solutions

 

- Opniões dos Amigos
- BRASÍLIA 15/9/2009 - O Deputado Federal Valdir Colatto (PMDB/SC) mostrou-se favorável a legalização de criadores de pássaros e animais silvestres, durante a reunião do Movimento dos criadores de passeriformes com o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturai...

Ass.de Imprensa – Deputado Federal Valdir Colatto
Aug 18, 2012
Aviso

ninho-aviso